Estudar só para estudar ou para ser o melhor profissional médico?

Se você quer fazer medicina de qualquer jeito só para ter o título de médico, qualquer faculdade lhe atende. Mas se você prioriza a qualidade do ensino, o compromisso da faculdade em formar um médico humanista, ético e consciente com seus deveres profissionais e sociais, então se liga nesses conselhos

Era tudo lindo. Cada detalhe da estrutura era bem pensado em ser bonito. Portas de vidro, piso de porcelanato, mas com sérios problemas que comprometem minha formação. Tive que optar em um piso bonito ou uma formação séria

Thiago Alvares

Então caro leitor, existem faculdades que só pensam em atrair o aluno pelo visual. E na verdade, as pessoas gostam do que vêem. Mas aí que mora o perigo. Ao contrário do que muitos falam mal de faculdades no Paraguai, muitas faculdades aqui possuem boa estrutura e laboratórios melhores até que muitas faculdades no Brasil. Diferente de boatos que os brasileiros acreditam que fora são faculdades de baixo nível. Até pode ser que na Bolívia ocorra isso, pois a experiências de alunos que desistiram de estudar lá e vieram para cá nos diz isso.

O que observar para escolher a faculdade:

  1. Turma formada. Possui? Não é desmerecer, mas você está deixando muita coisa pra trás para fazer uma longa jornada e na metade se deparar com uma situação de faculdade que tem problema de emitir diploma, é muito chato!
  2. Diploma emitido. Diploma válidado pelo MEC Paraguaio. Ponto Final!
  3. Convenios. Possui convênio com Ministério da Saúde? É esse convênio que permite a prática hospitalar. No Paraguai, a prática hospitalar inicia, geralmente, no 3º ano. E acredite, tem faculdade que tem alunos no 5º ano, prestes a ir para o internato e não tem esse convênio. Motivo? Atropelou todo processo e tem que correr atrás para se regularizar e nisso, encontra muitas dificuldades. Adivinha quem sai perdendo?
  4. Sociedade Científica. Sabe aqueles artigos que são publicados nas revistas científicas? Bem, é sobre isso que estamos falando. Uma faculdade que produz conhecimento é muito superior a uma faculdade que apenas consome conhecimento. Não basta ter um Centro Estudantil, Liga Estudantil, tem que ter liderança, fazer parte de uma sociedade latino americana de ciência.
  5. Ministério Público. O Ministério Público, Fiscalia no Paraguai, trata sobre muitos temas. Entre eles envolve questões forense. Ou seja, Medicina Legal. A faculdade tem convênio com o MP para atender suas necessidades de Medicina Legal? Realizar autópsia? Acredite! Faz muita diferença ter uma aula forense de Medicina Legal em sala de aula e ter uma aula forense na prática.
  6. Clínica Médica. Possui clinica médica para prática? Tem faculdades que entendem que isso é importante, até implantam um consultório pequenino só para dar satisfação, mas sabe como é, uma enganação. Porque na prática, a faculdade coloca uma sala abarrotada de alunos e não tem como colocá-los para praticar. Mesmo que o dia tivesse 48h.
  7. CONES. O Conselho Nacional do Ensino Superior no Paraguai, é o braço do MEC para avaliar as Instituições de Ensino e lhes conferir o aval para continuarem em funcionamento. Ou seja, faz a auditoria para atestar sua conformidade. Se a faculdade não está atendendo aos requisitos mínimos ela é fechada. Se atende com resalvas, continua funcionando, mas com ações pendentes para corrigir. E se atende sem ressalvas, tem habilitação de 2 anos sem necessidade de passar por auditoria. No paraguai a auditoria se chama «intervenção».
  8. ANEAES. Agência Nacional de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior. É uma acreditação externa conferida a faculdades que a buscam. As exigências a serem cumpridas são superiores às exigências requeridas pelo CONES. Para América do Sul, a importância da ANEAES está relacionada a simplificar a revalidação do profissional. Pois essa acreditação é uma prova de que a faculdade tem qualidade comprovada por órgão acreditador externo.
  9. DOCENTES. Uma aula com professores especialistas faz toda diferença. Em qualquer faculdade, uma pessoa com doutorado é reconhecida como referência. Mas em medicina, um professor especialista é completamente mais importante que um professor com doutorado. Podem me crucificar. Mas imagine uma residência médica que dura o mesmo ou mais tempo do que a própria graduação. Exemplo: Para ser Nefrologista requer uma especialização em Clínica médica de 2 anos e mais 2 anos em Nefro. Já em Neurocirurgia, são 5 anos. A experiência de campo é exatamente o que o aluno precisa. Referência de suas experiências aliadas à prática, faz toda diferença.
  10. Estrutura. Tem faculdade que coloca esse tema em 1º lugar. Aí você percebe que os valores são invertidos. A estrutura é importante para dar condições necessárias para o aluno estudar. Mas não deve ser o diferencial na escola. Do que adianta estudar numa estrutura bonita e não conseguir ouvir ou prestar atenção porque a sala tem superlotação? Ter boa estrutua e não ter onde praticar? Lembro que a prática de laboratório é importante para os estudos e formar a base para sua prática médica a partir do 3º ano. Se tem um laboratório bonito e tudo que conseguir aprender nele, não passará de teoria.

Bem, acho que com essas informações, você poderá avaliar melhor as informações sobre as faculdades que você observar.

Baseado no meu conhecimento presencial, me agrada muito uma faculdade em especial por atender esses requisitos plenamente. A Sudamericana. Foi nela que minha esposa estudou, mas conheci profundamente todas as outras. Se fosse para voltar o tempo, com oconhecimento que tenho hoje, ela faria Sudamericana mais uma vez.